5 de set de 2008

Entrando na balada.

Eu sei que tenho cara de novo. E, na foto do RG, eu tinha uns doze anos. Mas a classe dos seguranças de boate acabam de entrar na minha lista das coisas mais odiadas (por mim, óbvio). Não que eu tenha sido barrado. Mas eles demoraram uns minutos pra me deixar passar.

Olharam e viram minha cara, de aparência mais juvenil, digamos assim, em comparação ao pessoal que estava comigo. Pediram RG. Normal. Mostrei. O primeiro deles olhou sei-lá-quantas-vezes do RG ao meu rosto. "Cara, crachá, cara, crachá, cara, crachá". Que que ele achou? Que meu rosto mudaria? Se cada vez que ele fez isso minha idade fosse acrescida em 10 anos, eu já estaria mais velho que o Cid Moreira (mas mais novo que a Hebe).

Então o primeiro segurança passou pro segundo (sim, são necessários dois seguranças pra trocar uma lâmpada) o meu RG. E o outro fez a mesma coisa. Se eles fossem meio afetados, iria achar que estavam querendo trocar uma idéia. Ou outras coisas mais "fluidas".

O segundo orangotango teve a (brilhante) idéia de me perguntar meu nome completo. Por mil ratazanas aquáticas! Ele achou o quê? Que o RG era falso? Porque diabos eu iria fazer um RG falso com a foto de um moleque de doze anos? Mas há outra hipótese, né? A de que o RG não fosse meu. De qualquer forma, o cara continuou perguntando pelo nome dos meus pais. Se o RG não fosse original ou meu, eles acham que eu não teria me dado ao trabalho de decorar essas informações?

Qual seu nome?
Eric XWZ
E o da sua mãe?
M XWZ
E o do seu pai?
errr... R XWZ

E o infeliz ainda perguntou pela data de nascimento.
- hmmm... 6/Julho/1992... Poutz!
- A-há! Agora eu te peguei!

"E no oitavo dia, MacGyver inventou a babaquice". Porque, MacGyver? Porque fizeste isso?

Desconectando.

P.S.: Felizmente, eu entrei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário