27 de mar de 2011

Meme literário

Recebi da Yolanda, do Ponto do Power Point o convite para participar do Meme literário. São apenas algumas perguntas sobre livros e literatura para responder.


1) Existe um livro que você leria várias vezes sem se cansar? Qual?

Dificilmente. Talvez as melhores respostas fossem "O Mundo Assombrado pelos Demônios", por Carl Sagan, ou a saga Harry Potter, de J.K.Rowling.


2) Se você pudesse escolher apenas um livro para ler o resto da sua vida, qual seria ele?

"The Collected Works of Oscar Wilde", de Oscar Wilde, basicamente porque ele é tão grande que eu levaria o resto da vida para lê-lo.

3) Indique três dos seus livros preferidos.

Vou indicar apenas livros de ficção, meus livros científicos eu deixo de lado não por inferior qualidade - de forma alguma - mas para poder criar um parâmetro mais uniforme.

"1984", de George Orwell (pseudônimo de Eric Arthur Blair);
"Memórias Póstumas de Brás Cubas", de Machado de Assis;
"Vidas Secas", de Graciliano Ramos.

4) Qual livro você está lendo no momento?

No momento, estou lendo "A Produção da Crença", de Pierre Bourdieu, "Gomorra", de Roberto Saviano e "La Bustina di Minerva", de Umberto Eco.


***

Na preguiça máxima de fazer a indicação de três pessoas, indico apenas meus amigos Tiago Duarte Dias, do blog Tiago D Dias e Marcelle Gebara, do blog Como que Andarilhando...

5 de mar de 2011

Música Nova (II)

Ok, outra música que não é tão nova assim. Estou começando a achar que o nome da seção deveria virar "música nem tão nova assim, mas que descobri há pouco".

A banda da vez é o Negramaro, banda fundada em 1999, cujo primeiro disco é de 2003. Pra quem gosta de música italiana, essa banda talvez não seja desconhecida.

Seguem três músicas da banda. A primeira Senza Fiato, com Dolores O'Riordan, tema do filme Cemento Armato, de 2007 (presente no álbum La Finestra).




A próxima é Solo Per Te, do álbum Mentre Tutto Scorre, de 2005.




A última se chama È Così, também do álbum La Finestra, de 2007.




Espero que gostem, deixem suas impressões e sugestões para a próxima "Música Nova" na caixa de comentários logo abaixo.