16 de mar de 2010

Liga dos Campeões - 2010 - terceira parte das oitavas-de-final

Finalmente, o melhor confronto (Internazionale Vs Chelsea) e o pior (Sevilla Vs CSKA) dessa fase da Champions. Os únicos dois confrontos realmente em aberto.

Primeiro, a parte desagradável: o time russo bateu o Sevilla por 2 a 1 no Estádio Rámon Sánchez Pizjuán e avança à próxima fase. Destaque positivo para o japonês Honda, do time moscovita e negativo para o goleiro do time espanhol, que levou um frango incrível no segundo jogo. O placar agregado foi de 3 a 2 para o CSKA. Comentário: ambos os jogos foram enfadonhos.

Por outro lado, tanto o jogo de ida quanto o de volta entre Chelsea e Internazionale foram ótimos. No jogo de ida, os italianos venceram em casa por 2 a 1, placar perigoso mas que permitiu uma certa tranquilidade no jogo de volta. O time de Milão conseguiu a vitória, no jogo no Giuseppe Meazza graças aos gols de Milito e Cambiasso e à excelente atuação de Lúcio, o nome do jogo. Os nerazurri também ganharam o jogo de volta, por 1 a 0, no Stanford Bridge, gol de Eto'o. Os azuis não apenas perderam, como também foram dominados, especialmente no segundo tempo, graças à grande atuação de Sneijder - que os merengues se arrependam de tê-lo deixado ir à Inter. Finalmente a Internazionale passa às quartas - e o aproveita eliminando um time grande, mas que nunca merecerá a Champions. No geral, destacaram-se também Maicon, Turbull (que fez todos esquecerem Petr Cech) e Kalou (autor do gol da equipe londrina). Também é importante ressaltar que Didier Drogba, que pouco fez nos dois jogos, assim como seu companheiro de ataque Nicolas Anelka, foi expulso - a terceira vez nas últimas três eliminações em que ele toma uma atitude "violenta", somando-se à expulsão na final em Moscou contra o Manchester Unitesd há dois anos e às palavras agressivas proferidas durante e após o segundo jogo das semi-finais ano passado, contra o Barcelona (caso a Inter seja campeã, poderá se tornar um tabu) - por uma suposta agressão no brasileiro Thiago Motta, mais um que merece um Oscar, por sua atuação na cena da expulsão do atacante marfinense. Os destaques negativos da partida foram Pandev e Thiago Motta pelo lado italiano e Mikel, Ballack, Lampard e Joe Cole (ele ao menos pegou na bola enquanto esteve em campo?)

Amanhã, haverá Barcelona e Stutgart no Camp Nou, e um jogo quase irrelevante na França, entre Bordeaux e Olympiakos.



Desconectando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário