4 de jan de 2010

Playlist - Janeiro de 2010

Puta merda, década nova! Uhul! E portanto, uma nova playlist.

Juro que me esforcei. Mas não deu, não consegui reunir 15 músicas suficientemente boas que me lembrassem o verão. Lamento. Terei, então, que adiantar uma idéia antiga para playlist, mas que estava "aposentada". São as quinze melhores músicas post-grunge. Pois é, o grunge morreu e deu lugar ao post-grunge (tô só de sacanagem... ou não), que talvez seja hoje a corrente mais ouvida do rock. Vamos a ela (antes que seja 2011). Lembrete: não posso colocar duas músicas da mesma banda, por uma espécie de "ética ou honestidade intelectual", independentemente do que isso possa significar. Entre parênteses, aquela que eu considerei a melhor frase da música anteriormente listada.


Playlist - Mês de Janeiro, 2010

1 - Creed - Bullets (At least look at me when you shoot a bullet through my head)
2 - Hinder - Get Stoned (the sex is so musch better when you're mad at me)
3 - Three Days Grace - I Hate Everything About You (But I still don't miss you yet)
4 - Seether - Fake it (And you should know that the lies wont hide your flaws)
5 - Fuel - Hemmorhage (Am I the only place that you've left to go?)
6 - Nickelback - How You Remind me ("are we having fun yet?")
7 - A Perfect Circle - Judith (You're such an inspiration/For the ways that I will never ever choose to be)
8 - Axium - Pecking Order (Shoot me down, you've done no crime)
9 - Finger Eleven - Paralyzer (Well I'm not paralyzed/But, I seem to be struck by you)
10 - Our Lady Peace - Innocent (And I remember all the feelings and the day they stopped)
11 - Theory of a Deadman - Bad Girlfriend (My girlfriend's a dick magnet)
12 - Daughtry - Gone (Feeling overwhelmed, I'd take it back/to a once overfilled but now empty place to hide.)
13 - Live - Deep Enough (does he run deep enough/to take you there?)
14 - David Cook - Bar-Ba-Sol (I know just what I did to deserve this)
15 - Audioslave - Getaway Car (And never thought you'd wind up chasing me)


Quaisquer dúvidas, sintam-se livres para tirá-las comigo, de preferência através de comentários. Divirtam-se.

Desconectando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário