4 de jun de 2010

Copa moral

Eu estava pensando com os meus botões: nem sempre acontece o que deveria ter acontecido. Nem sempre o melhor vence. Às vezes, as pessoas simplesmente têm sorte ou azar. Alguns chamam isso de destino, outros chamam de karma, há ainda os que chamam de plano de Deus. Eu chamo essas pessoas de babacas e otárias. E aquelas de azaradas ou sortudas.

E se as Copas do Mundo fossem ganhas pelos times efetivamente melhores, e não pelos que foram melhor durante o curto período da competição? Pensando nisso, resolvi criar uma história da Copa Moral. Segue a lista.


1926 - Final: Uruguai x Argentina. Campeão: Uruguai. Essa copa precisava existir apenas para que o Uruguai, que teve a melhor equipe de futebol no mundo durante toda a década de 1920, pudesse ganhá-la.

1930 - Final: Uruguai x Argentina. Campeã: Argentina. Sim, nossos maiores rivais tinham mais time que o Uruguai na Copa de 1930.

1934 - Final: Itália x Uruguai. Campeã: Itália. Sim, o Uruguai não disputou a Copa. Mas se tivesse disputado, teria o segundo melhor time.

1938 - Final: Itália x Hungria. Campeã: Itália.

1950 - Final: Brasil x Uruguai. Campeão: Uruguai.

1954 - Final: Alemanha x Hungria. Campeã: Hungria. Sim, A Hungria merecia um título. Aquela equipe tinha um dos melhores jogadores da história: Ferenc Puskas.

1958 - Final: Brasil x França. Campeão: Brasil. Essa deveria ter sido a primeira final entre Brasil e França, mas a França acabou sendo eliminada pelo mesmo Brasil, na semi-final da competição.

1962 - Final: Brasil x Tchecoslováquia. Campeão: Brasil. Mas Garrincha, expulso no jogo das semi, contra os donos da casa (o Chile) não disputaria a final, que acabaria mais equilibrada no placar.

1966 - Final: Inglaterra x Alemanha. Campeão: Inglaterra. Mesmo com a ajuda do juíz e como fator casa.

1970 - Final: Brasil x Alemanha. Campeão: Brasil. Esse teria sido um dos melhores jogos da história das copas, provavelmente o melhor, se o kaiser Franz Beckenbauer não tivesse tido seu ombro deslocado no jogo contra a Itália, durante as semi-finais. A Alemanha tinha o segundo melhor time da copa. O jogo contra o Brasil, seria duríssimo.

1974 - Final: Alemanha x Holanda. Campeões: Alemanha E Holanda. Essa foi uma das maiores finais da história, embora o jogo não tenha sido um dos melhores. E eu duvido que a Holanda não teria ganho se a Copa tivesse sido disputada em seu território. Em campo neutro, é impossível saber: Gerd Müller, Franz Beckenbauer e Paul Breitner ou Johann Cruijff, Rob Rensenbrink e Johan Neeskens? Impossível dizer. Essa é a única copa em que dois times foram campeões morais. Para os defensores da Holanda, lembro que a Alemanha havia sido campeã da Eurocopa dois anos antes. Para os defensores da Alemanha, lembro que esta jogava em casa, o que facilita.

1978 - Final: Argentina x Holanda. Campeã: Holanda. A Argentina só ganhou com muita ajuda da arbitragem e só chegou à final por causa da ajuda dos peruanos. Em resumo, ela não teria ganho se não a tivesse disputado em casa. Brasil em terceiro.

1982 - Final: Itália x França. Campeã: Itália. Serei vaiado por isso, mas o desacreditado time da Itália realmente merecia ganhar aquela Copa. Brasil e França, que apresentaram um futebol fantástico durante a competição, mereciam chegar à final, realmente foi difícil escolher entre os dois times. Boniek também merecia, pena que era polonês, ficaria em quarto. Brasil ficaria com o terceiro lugar.

1986 - Final: Argentina x Alemanha. Campeã: Argentina. A despeito de o gol de Maradona contra a Inglaterra ter sido feito com a mão. Ainda, a Espanha e a Inglaterra teriam merecido chegar às semi. Mas o terceiro lugar seria da Dinamarca. E o quarto da Inglaterra.

1990 - Final: Alemanha x Inglaterra. Campeã: Alemanha. Seria a revanche por 1966. A Argentina de Maradona e Caniggia ficaria em terceiro lugar.

1994 - Final: Romênia x Bulgária. Campeã: Bulgária. O Brasil teria de adiar o tetra. A Bulgária apresentou o futebol que mais entretinha os espectadores. Mas não conseguia os melhores resultados. A Romênia tinha Hagi e outros bons jogadores, por isso ficaria com o vice. O Brasil, assim como a Holanda, merecia chegar apenas às semi, não pela qualidade de seus jogadores, mas pela qualidade do futebol apresentado. Essa teria sido uma das finais mais curiosas de se ver.

1998 - Final: França x Brasil. Campeã: França. Teria sido a revanche por 1958. Argentina em quarto lugar, Croácia em terceiro.

2002 - Final: Brasil x Alemanha. Campeão: Brasil. Espanha em quarto, Turquia em terceiro.

2006 - Final: Alemanha x Portugal. Campeã: Alemanha. Portugal não tinha um grande time, mas Felipão fez com que os lusitanos participassem de alguns dos jogos que mais entreteram. A Alemanha também não tinha um time tão forte assim, mas, mesmo desacreditada, apresentou um futebol dos mais agradáveis.

2010 - Final: Espanha x Argentina. Campeã: Espanha. Se a Espanha não for campeã em 2010, pode desistir da disputa de mundiais, nunca teve e nunca mais terá o time que tem hoje, que é formado pelos melhores jogadores, no conjunto das posições. Messi sozinho merece ganhar um mundial, mas a Espanha, em conjunto, merece mais que a Argentina. Costa do Marfim ficaria em terceiro lugar, Inglaterra em quarto. Na verdade, é uma pena que isso não possa acontecer, devido aos cruzamentos :/



Títulos
Brasil: 4
Itália: 3
Alemanha: 3
Argentina: 2
Holanda: 2
Uruguai: 2
França: 1
Inglaterra: 1
Espanha: 1
Hungria: 1
Bulgária: 1

Vices
Alemanha: 5
Argentina: 3
Uruguai: 2
França: 2
Brasil: 2
Romênia: 1
Portugal: 1
Tchecoslováquia: 1
Hungria:1
Inglaterra: 1


Desconectando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário