14 de ago de 2010

Guerra ao terror

Acabei de assistir ao "Guerra ao Terror" (The Hurt Locker), filme de Kathryn Bigelow. 128 minutos que poderiam ser bem menos.



Acho que ganhou o Oscar só pra sacanear o James Cameron, diretor de Avatar, ex-marido de Bigelow. Sério. Foi a maior trollada da história do Oscar. Não que eu fosse votar em Avatar. Apesar de eu não ser o maior fã dos roteiros do Tarantino, Bastardos Inglórios é um baita filme e merecia levar o prêmio maior do cinema norte-americano.

Se o filme de Bigelow não fosse cheio de momentos dispensáveis que não têm a menor influência no decorrer da história, seria bem melhor. Mas, não fossem as ótimas atuações (I give you that), seria completamente desinteressante.

No final, você sai da forma que entrou: guerra é uma merda, mas há uns bostas que curtem. E eu não precisava de um filme pra me dizer isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário